quarta-feira, 28 de novembro de 2007

Punta del Diablo

Pizza uruguaia está na moda em Porto Alegre. Vários endereços estão surgindo com essa proposta. Nesta semana, fui à que, acredito, seja a mais nova delas, Punta del Diablo. Os donos são os mesmos do restaurante árabe Al Nur e também fica na Protásio Alves (1472).

O que o pessoal do Al Nur entende de comida uruguaia? Talvez nada, mas contratou quem entende. O cardápio é enxuto, mas com boas opções. Além de pizzas, saladas, alguns pratos uruguaios e sobremesas. Tentei comer faina, que, segundo a descrição, é uma massa à base de grão-de-bico. Mas o garçom explicou que não era possível, pois “está em falta a vasilha em que a massa é preparada”! Como é que uma vasilha pode estar em falta? A impressão é que colocaram no cardápio e desistiram.

O lugar é bonito, dividido em pequenos ambientes de cores diferentes. Mesas e cadeiras confortáveis. O terreno arborizado foi aproveitado com várias mesas. O problema é o barulho do trânsito da avenida.

Comi pizza, risoto e sobremesa. A pizza, obviamente quadrada, vem em uma base de madeira. Forno à lenha, massa fina e quase crocante. Pouco molho, queijo de qualidade e a quantidade certa de aliche. A noite prometia. O risoto, no entanto, decepcionou. Era de couve-flor com aliche e pão dormido. Não percebi o aliche. O pão dormido ficou surpreendentemente bom, mas faltou tempero ao prato. E o risoto, para duas pessoas, servido em um prato largo e aberto, esfriou rapidamente.

A sobremesa foi torta de alfajor. Muito boa, com as camadas de massa entremeadas por generosas porções de doce de leite, coberta com nata e chocolate.

Há também no cardápio várias opções de bebidas, nenhuma diferente, a não ser pelas cervejas uruguaias, poucas marcas. Mas bebi refrigerante. No final, a conta, para duas pessoas ficou em torno de R$ 70,00. Bom preço. Senti problemas no atendimento. Nossa mesa foi atendida por quatro garçons diferentes. Apenas um deles bom. Os outros eram desatentos.

De qualquer forma, vale a pena conhecer. E voltar para provar as outras pizzas e tortas. Ah, tem estacionamento com manobrista gratuito, ponto a favor.

4 comentários:

Rosamaria disse...

É bom dares dicas de restaurantes, principalmente pra quem não é daí, como eu.
Minha filha mora brm pertinho do Barranco e sempre vamos lá qdo a visitamos. Eu gosto, somos muito bem atendidos, meu genro é muit amigo deles. Também! às vezes ficam até fechar! hehehe.

Rosane Vargas disse...

Rosa, tenho uma amiga que é fã do teu genro. Qdo vi o post sobre o aniversário dele, mostrei para ela, que tem uma página no Orkut em homenagem a ele.
bjs

Rosamaria disse...

O Era tem uma legião de fãs. Mas ele merece!
Bjim pra ti e pra tua amiga.

Cris disse...

Oi Rosane! Que lista elegante a sua! Eu estou doida pelo livro da Alice Waters, The Art of Simple Food, as panelas estão eternamente na minha lista, quem sabe um dia... Pode ser qualquer receita, vamos lá! Beijão!