terça-feira, 16 de março de 2010

Torta de pera ao conhaque

Não sei trabalhar com massa podre. A experiência com esta torta evidenciou a minha deficiência. Não consegui abrir direito, a massa quebrou, tive que remendar, ela quebrou novamente. Enfim, foi um trabalhão. O sabor e o aroma ficaram muito bons, mas o aspecto está bem aquém do que eu esperava. Eu fiz uma versão integral, o que pode ter contribuído para a dificuldade em trabalhar a massa.

A receita é do livro "Tortas e pudins", da coleção O prazer de cozinha passo a passo. Há tanta coisa gostosa... Como eu já comentei aqui, quem encontrar, se puder, deve adquirir, pois é muito diversificada e há aulas de cozinha, ao final de cada fascículo.

Ingredientes para o recheio:
6 peras-d'água descascadas, cortadas pela metade, sem sementes
3 colheres de sopa de suco de limão
5 colheres de sopa de conhaque
2 colheres de sopa de açúcar mascavo
10 colheres de sopa de creme de leite

Ingredientes para a massa:
1 xícara de chá de farinha de trigo
1 xícara de chá de farinha de trigo integral fina
1 pitada de sal
100g de amêndoa moída
1/2 xícara de chá de açúcar
3/4 de xícara de chá de manteiga na temperatura ambiente
2 gemas

Modo de fazer o recheio:
1. Aqueça o forno a 180 graus. Arrume as metades de peras em um refratário raso e respingue-as com o suco de limão. 
2. Regue-as com 3 colheres de conhaque, cubra o refratário com papel alumínio e asse por 15 a 20 minutos. Deixe esfriar.

Modo de fazer a massa:
1. Misture a farinha, o sal, a amêndoa e o açúcar.
2. Abra uma cova e ponha nela a manteiga em pedaços e esfarele.
3. Bata as gemas, adicione-as à farofa e amasse ligeiramente. Coloque em um plástico e leve à geladeira por 30 minutos.

30 minutos depois...
4. Abra metade da massa e forre uma fôrma para torta de 23cm de diâmetro.
5. Forre a massa com a pera escorrida (reserve o caldo).
6. Abra o restante da massa e cubra a torta. Pincele com água e salpique com açúcar. Cubra as bordas com papel alumínio para evitar que a massa fique muito escuro durante o cozimento.
5. Asse a 200 graus por 25 a 30 minutos.
6. Bata o creme de leite até o ponto de chantili. Acrescente o caldo reservado e bata mais, juntamente com o conhaque restante. Coloque esse creme no centro da torta ainda quente.
Sirva quente. Ou não.

7 comentários:

ameixa seca disse...

Há massa que realmente não resultam. Já me aconteceu elas quebrarem, nunca sei se é falta de alguma coisa ou se é excesso de outra. Mas se o sabor não ficou prejudicado, é óptimo. Ficou com um aspecto rústico :)

Iliane disse...

tem horas que a massa da uma verdadeira surra na gente né?amei a receita..e o sabor deve ter ficado incrivel..bjus

Marly disse...

A verdade é que essa massa é mesmo meio difícil, rquer treinamento, para o bom manuseio. Mas que a torta ficou com um "ar" bem apetitoso, isso ficou!

Beijinho e boa tarde.

Ana Powell disse...

Excelente mérito.
Uma delicia x

Emília disse...

Mesmo assim ficou linda!!
Beijinhos

Andriy disse...

olá! gostei muito da sua p]agina
sou administrador do blogue "pratos ucranianos" http://pratos-ucranianos.blogspot.com
sugiro a troca de links

Rosane Vargas disse...

Ameixa, eu sei que o conta é o sabor, mas também vale muito o prazer de ver uma bela torta feita por nós.

Iliane, apanhei feio hehehehe.

Marly, apetitosa ficou mesmo.

Ana, obrigada!

Emília, obrigada pela força hehehe.

Andriy, obrigada e parabéns pelo teu blog.

Abraço a todos!