domingo, 19 de julho de 2009

Bolinhos de milho recheados com frango

Delícia, delícia! Não vou mentir: fazer estes bolinhos é trabalhoso, demorado. No entanto, o resultado é incrível. A massa, não parece, é fácil de manusear. O chato é moldar um a um.

As pessoas, na Confraria, pensaram que eu os tivesse comprado prontos, pois ficam com um aspecto de salgadinho profissional. A receita é do Grande Livro de Receitas de Claudia. Como sempre, dei umas mudadinhas aqui e ali.

Ingredientes para o recheio:
1/8 de xícara de azeite de oliva
sal a gosto
1 kg de peito de frango (no original, sobrecoxa; fica ao gosto de cada um)
4 dentes de alho
1 cebola média picada
1 pimenta-malagueta
1/3 de xícara de pimentão vermelho picado

Ingredientes para a massa:
1 xícara de chá de água
1/2 xícara de chá de manteiga
1 colher de chá de sal
1 xícara de chá de farinha de milho (usei a média, que eu tinha em casa)
1/4 de xícara de chá de amid de milho
1/4 de xícara de chá de farinha de trigo
2 ovos caipiras

Outros ingredientes:
Óleo para fritar os bolinhos

Modo de fazer o recheio:
1. Coloque todos os ingredientes em uma panela. Cubra com água suficiente para cozinhar. Leve ao fogo e deixe até o frango estar macio.
2. Escorra o frango e seus temperos (usei o escorredor de massa). Se quiser, guarde o caldo para outros preparos, fica bem saboroso.
3. Desosse o frango e passe-o pelo processador juntamente com os temperos. Reserve.

Modo de fazer a massa:
1. Em uma panela, ferva a água, a manteiga e o sal.
2. Acrescente o fubá, o amido de milho e a farinha e mexa até que solte do fundo da panela.
3. Transfira a massa para uma tigela. Adicione um ovo e misture. Acrescente o outro ovo e misture.


Modo de montar os bolinhos:
1. Na palma da mão, faça discos de 5cm com a massa. Coloque o recheio no centro e feche fazendo uma bolinha. Repita a operação até a massa acabar.
2. Frite em óleo quente apenas para dourar, pois já está tudo cozido.

Dica 1: eu fiz os bolinhos na véspera e fritei na hora. É importante colocar em uma superfície levemente untada, para não grudar. Eu usei uma assadeira.
Dica 2: para servir, usei palha de milho verde (é correto dizer isso ou só vira palha quando fica seco???)

domingo, 5 de julho de 2009

Eta nóis! Confraria junina

Festa junina tem que ser comemorada, nem que seja em julho. Foi o que nós, da Confraria sem Nome, decidimos quando combinamos o tema do encontro. Tinha bandeirinha espalhada pela sala, música típica de quadrilhas e comida, muita comida! A Odete não pôde vir, mas mandou o vinho, e o quentão ficou garantido.

Para a decoração da mesa, usei uma ideia
que vi no Rainhas do Lar. Comprei 1 metro de chita colorida, coloquei palha, abóbora, ovos, milho verde. Ficou lindo. Eu não sabia, mas nas pesquisas para decoração, descobri que os festejos nesta época não se devem apenas a datas religiosas, mas também à colheita do milho. Por isso tantos pratos têm nesse ingrediente a matéria-prima. A Ana Paula decorou os pratos e usou muita palha e milho, tudo no clima. Dá para ver na segunda foto. Amendoim salgado dentro de uma bomboniere de vidro, com palha na base. O amendoim doce foi servido em copinhos de vidro. Para as paçoquinhas, cesta de vime com milho verde.

Como indumentária alusiva aos festejos, usei um singelo chapéu de palha com trancinhas, mas teve quem se produziu. A Betina fez maria-chiquinha no cabelo, pintinhas nas bochechas e arranjou até dois dentes podres hehehe. O Osmar e o Gaspar vieram totalmente caracterizados, com remendos na roupa, pinturas no rosto, chapéu e gravatas com strass. Caipiras fashion, sô!
Eu fiz bolinhos de milho recheados com frango. A pizza de sardinha é da Déia e os pastéis de ricota, do Leandro. Na outra foto, meu bolo de milho e os pancake puffs da Betina. Naquela cestinha lá ao fundo, xicarazinhas de cafezinho para servir o caldinho de feijão. Também acomodei nela garfinhos e colheres.
Canjica do Rubilar, servida em porções individuais em potinhos de plástico transparente. Ao fundo e ao lado, paçoquinhas e amendoim açucarado que a Ana Paula trouxe e decorou do jeito mais mimoso. Nas cumbuquinhas brancas da foto da direita, docinhos de leite; em primeiro plano, os cachorros-quentes da Márcia, com salsicha vegetal. Isso sem falar em pinhão, pipoca, quentão, bolo de laranja, no qual acrescentei gotas de chocolate...
Caldinho de feijão do Osmar e do Gaspar (que foram fofíssimos e fizeram um pouco sem carne pra mim!). Minha pizza de milho verde com salsão.Bolo de aipim do Gaspar e pancake puffs da Betina, recheados de chocolate.